top of page

pódio em aveiro



Hélder Loureiro deu o primeiro pódio da época à nossa equipa Associação TugaCycling Portugal, ao ficar em 2.º lugar no Aveiro Spring Classic: 122 km com partida e chegada à cidade de Aveiro, onde a meta estava situada sobre uma magnífica vista sobre a ria de Aveiro. Já Joaquim Correia terminou esta prova no percuro curto, 88km, em 2.ºlugar no seu escalão master B, no entanto para a prova curta não havia prémios por escalões.


Foi com um ritmo bastante animado que o pelotão disputou este domingo o Aveiro Spring Classic, uma verdadeira Clássica de Primavera onde se fez sentir o bom tempo, neste percurso não faltou sterrato nem pavê e ainda pelo meio muitas estradas estreitas a fazer lembrar as clássica do norte, com muita população a ver este pelotão a passar, com certeza que será uma Clássica a ter em conta em futuros anos com pequenas melhorias a fazer em termos de escolha de estradas em asfalto.


Logo nos primeiros quilómetros surgiu o grupo principal, uma vez que o início do percurso tinha algumas subidas que deu para fracionar o numeroso pelotão, neste grupo principal seguia o nosso ciclista Hélder Loureiro.


Este grupo aos 80km de prova tinha uma média superior a 40k/h, é caso para dizer "é obra" e na entrada no último sector de sterrato "Bruxa" com uma extensão de 4km o nosso ciclista juntamente com o Fabio Abreu da equipa Proteu, juntaram-se e endureceram mais a corrida com o intuito de selecionar mais o grupo acabando por conseguirem o que desejavam.


Já na reta final a verdadeira decisão foi discutida ao sprint tendo o Fabio Abreu triunfado nesta Clássica, o Hélder Loureiro acabou por ficar em 2.ºlugar.

Outro homem em destaque foi Joaquim Correia, que optou pelo o trajecto mais curto, no entanto este também bastante duro pelo o ritmo que se fez sentir no final da Clássica conseguiu um excelente 2.ºLugar no seu escalão.


Já os outros dois ciclistas, Rui Gonçalves e Tiago Crespo, conseguiram integrar um 2.º grupo onde este aos 80km levavam um média de 39,5k/h um bom andamento, no entanto Rui Gonçalves na entrada no último setor "bruxa" e quando falatava 20 km para o final, não se conseguiu desviar de um buraco "enorme" este que poderia e deveria ser tapado pela organização uma vez que houve vários ciclistas a furar e a cair.

Rui Gonçalves acabou por furar não conseguindo deste modo terminar a sua prova, já Tiago Crespo que seguia neste grupo conseguiu terminar a sua prova fazendo um excelente resultado uma vez que partiu da última box.




Hélder Loureiro começou por agradecer pelas palavras de coragem que foi recebendo ao longo da semana, “ um agradecimento especial a todos os meus amigos pelas palavras de coragem e pelas mensagens recebidas, é sempre bom saber que acreditam no meu valor, e claro parabéns aos outros membros da equipa que dignificaram tão bem esta camisola, e ao Joaquim Correia pela sua excelente prestação”.


Um agradecimento ao nosso ciclista Ivo Alves que mesmo estando a vários quilómetros de distância foi acompanhando ao minuto esta prova, dando informações aos nossos atletas, obrigado.


Parabéns a todos os nossos ciclistas.




58 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page