PROVAS 2020

cartaz_palmela-01.600x850.jpg
Cópia de erwSsCoJWG5wfyCqsCnuUroN8oFCJ3u
Cópia de logo-algarve-granfondo-2018-1_e
Cópia de 81836961_2499637956962098_27161
Cópia de 79367019_1278872812299755_33733
anexo_cartaz-3AUl1yh5F1cmu3294LyRx.jpg
Screen%252520Shot%2525202016-12-29%25252

S.ESTRELA RIDERS CHALLENGE

 

O Serra da Estrela Riders Challenge é um desafio destinado aos ciclistas de estrada, onde os participantes são desafiados a cumprir três etapas, correspondentes a três percursos previamente desenhados nas vertentes que rodeiam o maciço central da Serra da Estrela.

Os ciclistas têm uma janela de dois meses (de 18 de Agosto a 18 de Outubro) para alcançarem o seu objetivo, que passa por concluir as três etapas dentro de um tempo máximo definido para cada percurso. São os participantes a escolher o(s) dia(s) e o(s) horário(s) em que pretendem cumprir as três etapas, fazendo-o em total autonomia e assumindo toda a responsabilidade sobre o seu comportamento como cidadão e praticante de ciclismo, em especial no que se relaciona com a sua segurança e com as dos demais utilizadores da via publica e no cumprimentos das normas sanitárias em vigor.

A marcação dos percursos, o registo dos dados, assim como a validação dos objetivos conquistados e da performance dos atletas é feita através de dispositivos eletrónicos (GPS) e plataformas digitais desenvolvidas para este fim. Toda a gestão da comunicação e verificação de dados é feita pela equipa responsável pelo desenvolvimento e gestão do Serra da Estrela Riders Challenge.

Sendo a Serra da Estrela o mais grandioso e mítico cenário ciclístico em Portugal, é natural que a superação e a descoberta possam ser os condimentos principais deste desafio. No entanto os participantes poderão desfrutar de um aliciante acrescido, lutando pela sua posição em diferentes rankings, através do registo do tempo que demoram a completar alguns segmentos identificados em cada um dos percursos, aos quais correspondem algumas das subidas mais icónicas da Serra da Estrela.

No dia 03 de setembro de 2020, o nosso ciclista Tiago Crespo de Setúbal, pedalou pelo o magnífico Parque Natural da Serra da Estrela, iniciando o desafio da Bike Roads.

Neste dia o nosso ciclista iniciou a etapa sul que têm uma extensão de 115 quilómetros com um acumulado de 3000D+.

Tiago Crespo acabou esta etapa num tempo magnífico, em 04H40M52s com uma média horária 24km/h, conseguindo com este tempo passar para a frente da classificação geral.

No final do desafio o nosso ciclista terminou em 11.°lugar na classificação geral em Master 40 terminou em 3.° lugar.

No dia 04 de setembro de 2020, o nosso ciclista Tiago Crespo, após no dia anterior (03/09/20) ter conseguido obter o 1.º lugar na Etapa Sul, não se mostrou satisfeito e decidiu iniciar um novo desafio, desta vez a Etapa Oeste.

Neste dia o nosso ciclista iniciou a etapa sul que têm uma extensão de 102 quilómetros com um acumulado de 2450D+.

Esta etapa foi concluída em 03H52M04s com uma média horária só ao alcance de alguns, 26km/h, uma média horária absolutamente extraordinária, e mais uma vez o Tiago Crespo passou também a liderar esta etapa.

No final do desafio o nosso ciclista terminou em 7.°lugar na classificação geral em Master 40 terminou em 3.° lugar.

Não há duas sem três, no dia 05 de setembro de 2020, mais uma vez o ciclista Tiago Crespo voltou a entrar em mais um desafio fazendo a Etapa Este, de referir que nos dois dias anteriores já tinha realizado duas etapas que conseguio posicionar-se no 1.º lugar de ambas as etapas, já tinha acumulado 217 quilómetros e um acumulado de 5450D+.

Neste dia o nosso ciclista iniciou a Etapa Este que têm uma extensão de 77 quilómetros com um acumulado de 2100D+.

Esta etapa foi concluída em 03H05M19s com uma média horária de 24.8km/h, e desta forma o Tiago Crespo lidera 3 das 4 etapas existentes neste desfio da Bike Roads. O Tiago Crespo actualmente também lidera esta etapa.

No final do desafio o nosso ciclista terminou em 8.°lugar na classificação geral em Master 40 terminou em 4.° lugar.

Tiago Crespo

"Já a muito que planeava andar pelo Parque Natural da Serra da Estrela sem ser em contexto de granfondos, para desfrutar um bocado da serra de maneira diferente.

Não tendo tracks da zona, este desafio da Bike Roads foi perfeito, uma boa coincidência, e uma boa motivação.

Tinha 3 diferentes ascensões a torre, todas diferentes, a nivel de exigência, a qual destaco a do vale glaciar, de manteigas.

Foi a mais expetacular.

Sobre o resultado, nao pensei muito, limitei—me a andar o mais rapido que consigo, durante o mais tempo possivel, gerindo o eforço ao longo das etapas. só assim gosto de andar."

Toda a informação têm como fonte o site www.bike-roads.com, onde pode consultar mais informação sobre outros eventos e percursos.

PALMELA TRAIL

 

Nem só de ciclismo vive o desporto. ​ Marcamos presença no Palmela Trail, prova esta a contar para o Circuito Lisboa Trail de 2020, em que a mesma teve início na Vila de Palmela, com passagem pela Serra do Louro e terminou num local mítico deste concelho, Castelo de Palmela. ​

 

Tivemos em prova com três atletas, Bruno Silva, Ivo Louro e Pedro Borregana, em que estiveram presentes no percurso de Trail Curto, com um total de 7,9 quilómetros com um acumulado de 780 D+. ​

 

No escalão M23 contamos com a presença do nosso atleta Ivo Louro que terminou a sua prova em 58M10s, ficando num honroso 19.º lugar. ​

 

No escalão M40 tivemos a presença do atleta Bruno Silva, terminando a sua prova em 58M

10s, ficando num magnífico 18.ºlugar. ​

 

Por fim também no escalãoM40 contamos com a presença do atleta Pedro Borregana, em que fez a sua prova em 1H29M, fazendo 51.º lugar. ​

 

Parabéns a todos os atletas. ​

PEDRO BORREGANA

BRUNO SILVA

IVO LOURO

20200801_090955_edited.jpg

ALMODÔVAR CYCLING

 

Neste dia o  nosso ciclista Óscar Gil Dias esteve em grande plano a conseguir um brilhante classificação muitos parabéns.

Completou o percurso Almodôvar Cycling Challenge Mini em 01H44M, acabando a classificação geral em 38° lugar e no seu escalão Master em 6.° lugar.

Neste ano atípico ainda conseguimos um top 10 no escalão Master C, com a primeira corrida do ano.

67057987_669156736917316_280735525076205

GF ALGARVE

 

O Algarve Granfondo Cofidis é o Granfondo da Volta ao Algarve. A edição de 2020, com partida e chegada em Lagoa, realizou-se no dia 23 de fevereiro, a mesma data da última etapa da corrida que mais estrelas internacionais atrai a Portugal. ​

 

Este Granfondo para muitos é o primeiro grande teste desta época. ​ Os Tugas, Ivo Alves, Jorge Nunes, Joaquim Zagalo, João Vieira, Pedro Roldão, Alexandre Ruas e Manuel Correia vão marcar a sua presença no Algarve Granfondo Cofidis e terão duas possibilidades de escolha:

–Granfondo com 121 quilómetros e um acumulado 2143 metros

–Mediofondo com 78,7 quilómetros e um acumulado 959 metros ​

 

O Granfondo carece de alguma preparação física uma vez que os ciclistas têm pela frente 121 quilómetros com um acumulado significativo de 2134 D+, com passagem pelo Alto da Fóia a cerca de 900 metros de altitude, local emblemático da Volta ao Algarve e do ciclismo português.

Espera-se um início de corrida bastante rápido até cerca dos 20 quilómetros iniciais, a partir do quilometro 20 os ciclistas começam a subir em direção ao Alto da Fóia, depois de passarem o ponto mais alto práticamente não existem grandes dificuldades para os nossos ciclistas.

O Mediofondo apresenta um percurso mais acessível, com cerca de 78 quilómetros e um acumulado de 959 metros.

 

Este Mediofondo à partida não apresenta qualquer tipo de dificuldade para os nossos ciclistas uma vez que estão habituados a treinar com bem mais acumulado e maior distância.

Vai ser um percurso bastante rápido, o que será ideal para quem pretenda uma manhã de domingo tranquila, com possibilidade de terminar a sua jornada desportiva a tempo de seguir o contrarrelógio que decidirá a edição deste ano da Volta ao Algarve.

CR SAMORA CORREIA

 

No dia 16 de fevereiro de 2020, a nossa equipa deslocou-se até terras ribatejanas, mais propriamente à localidade de Samora Correia concelho de Benavente. ​ Fomos disputar o 5.º Contra Relógio por Equipas, uma distância de 65 quilómetros, pelas planícies ribatejanas,

 

A nossa equipa saiu para a estrada pelas 09H10, a esta hora a temperatura era agradável a rondar os, 12º graus Celsius, tempo encoberto e não se fazia sentir a existência de vento, o que tudo levava a querer que o percurso fosse feito a uma boa velocidade. ​

 

À hora prevista saimos para a estrada com a estratégia já bem alinhavada, os primeiros 10 quilómetros foram feitos a um ritmo controlado a rondar os 38k/h. ​

 

Passando a primeira meia hora de contra relógio a nossa equipa começou a impor um ritmo mais vigoroso, fazendo deste modo subir a velocidade média. ​

 

Durante todo o percurso não houve grandes dificuldades, o percurso era completamente plano com pequenos planaltos que foram transitados sem grandes dificuldades. ​

 

Com cerca de 1H38m percorridos a nossa equipa acabou por cortar a linha de meta com todos os elementos o que revela uma boa união do grupo e bastante espírito de sacrifício. ​

 

Acabamos este 5.º Contra Relógio de Samora Correia em 1H38M com uma velocidade média de 39,78k/h, o que levou a nossa equipa a ficar em 24.º lugar em 39 equipas presentes. ​

 

De louvar esta classificação. ​

 

Salienta-se que foi a primeira vez que a nossa equipa marcou presença neste tipo de prova.

​Parabéns aos ciclistas presentes que defenderam as cores da nossa equipa.

121816811_367158974697235_76319204545903

C.NACIONAL MASTERS

 

No dia 18 de outubro de 2020 foi um dia marcante para a nossa equipa, marcando pela a primeira vez presença no Campeonato Nacional de Masters.

Esperamos que seja o início de muitas presenças nestas andanças no futuro.

O nosso ciclista Ivo Alves concluiu a sua prova, 69km e um acumulado de 1300D+ em 02H06M a uma média de 33km/h ficando em 16.º lugar no seu escalão.

Uma prova dura onde o ritmo foi sempre elevado, com muitas quedas durante o percurso, a duas voltas do final o nosso ciclista é apanhado numa dessas quedas não conseguindo retomar ao pelotão.

Não resultando nenhum ferimento grave para o nosso ciclista.

As melhoras Ivo Alves e para todos os envolvidos.

Muitos parabéns.

121973198_1333086083552541_4337447337040
121979024_437202887269121_20818016580602